27
jan

Networking – e agora?

por wkprisma às 15:54 em: Gestão Empresarial

O networking é uma das atividades mais importantes que você pode fazer por sua vida pessoal e profissional

Sua rede de contatos é provavelmente composta por inúmeras pessoas. No entanto, se você não interage com elas, você somente acumula contatos “mortos”.

Para dar vida aos seus contatos, desenvolva seu network profissional – aqui algumas dicas:.

1 – Resgate os seus cartões de visita

2 – Cadastre os, se possível com momento que você conheceu a pessoa

3 – Identifique a presença online deste contato (perfis em redes sociais, websites, etc.).

4 – Aproveite oportunidades de estabelecer contatos

5 – Monte uma agenda para manter contato com as pessoas de seu network

6 – Seja atento para uma comunicação conveniente

7 – Personalize a mensagem

8 – Coloque-se a disposição para ajudar as pessoas

9 – Faça de tudo um hábito – cada vez mais aprimorado

Os benefícios da sua rede de contatos vão cair naturalmente na sua rede…

 

 


                      

Tags:

Comentários



25
jan

Quem não já enfrentou uma situação na qual era necessário definir uma meta, pessoal ou profissional, e sentiu alguma dificuldade para fazer isso ?

Para facilitar esta tarefa recorremos aqui à palavra SMART, cuja composição deriva de termos ingleses, a saber:

S – Specific (Específico)

Quanto mais específico uma meta for, mais fácil será seu alcance; p.ex., ao invés de definir: “Aumentar as vendas em 10%”, sugerimos definir: “Aumentar receita em 10% através da venda dos produtos A, B, C na área X pela equipe Y, nos próximos 12 meses, preservando a margem atual de lucro e o grau de satisfação dos clientes”.

M – Measurable (Mensurável)

Partindo da frase famosa de William Hewlett : “Não é possível gerir o que não se pode medir …e, se não se pode gerir, não se poderá melhorar “, podemos afirmar que uma meta que não é mensurável corre os risco de abrir margens de interpretação, seja na execução de ações, seja na avaliação de resultado; a definição acima é mensurável, esta implantar método ou sistema de mensuração.

A – Achievable (Atingível)

Metas devem ser agressivas, mas não irrealistas; ao estabelecer a meta acima, leve em consideração se os produtos o serviços são competitivos ou se existe demanda real para poder sustentar esta meta.

R – Relevant (Relevante)

O alcance de uma determinada meta deve ter impacto sobre o resultado de uma área, unidade ou empresa; a priori, quando falamos em aumentar vendas, como no caso acima, está implícito a geração de um impacto relevante sobre resultados operacionais.

T – Temporary (Temporário)

Uma meta deve ter um prazo final para seu alcance sob pena de se perder no espaço e no tempo; recomendamos definir um prazo que seja arrojado, mas não utópico e sempre deixar claro, que o sentido do prazo é “até” tal data; ou seja, não é proibido, alcançar a meta antes da data; a meta acima cumpre este requisito.

 

Agora uma observação importante: se você quer alcançar metas com menos desgaste e mais empenho, envolva sua equipe na hora de definir, ou melhor, pactuar a meta (agreed upon); na medida em que os envolvidos participam, o comprometimento cresce.

Seja “smart” e ajude os outros serem “smart” também!

Tags:

Comentários



24
jan

Quem não já se perguntou a qual Classe Social ele pertence?

Aqui um questionário simples para uma resposta sumária – acesse o link

http://www.terra.com.br/economia/infograficos/teste-classe-economica/

Tags:

Comentários



23
jan

Conflito – e agora?

por wkprisma às 16:00 em: Gestão Empresarial

Quem não vivencia conflitos – abertos ou camuflados? Quem pode negar fatores como estresse, rivalidade, temperamento, relacionamento etc. como fatores geradores de conflitos?

Conflitos são naturais, para não dizer desejáveis – desde que a solução seja guiada por comportamento profissional, ou seja, nem pessoal, nem polêmico.

Se você atua à frente de uma equipe, experimente o pequeno roteiro a seguir para melhor resolução de conflitos:

1 – Convide as partes a participar de uma solução, ao invés de mandar “calar a boca” – as pessoas passam a serem possíveis geradores de uma solução;

2 – Mantenha foco no assunto, não na pessoa;

3 – Adote uma postura serena e objetiva;

4 – Escute as partes – antes de falar;

5 – Mostre sua disposição para ajudar na busca de uma solução, caso as partes não cheguem numa solução;

6 – Pergunte as partes se tem solução;

7 – Em caso negativo, pergunte “porque não”?

8 – Se as partes não querem ou podem gerar uma solução, explique o seu posicionamento;

9 – Se você sozinho não conseguir gerar uma solução, convide outros da equipe neste exercício;

10 – Coloque se a disposição, caso um conflito parece resolvido, mas aparece novamente.

Em fim, melhor o fim de um conflito, do que um conflito sem fim…

Tags:

Comentários



Quem não tem dificuldade de definir o conceito tão comum “Motivação”.

O que é Motivação?

Para simplificar sugerimos aqui uma explicação simples: Motivação é o impulso (desejo, necessidade, expectativa), que gera um movimento ou uma ação.

Se a pessoa quer fazer carreira (impulso), ela se move para trabalhar mais e melhor.

Todos nós temos desejos, necessidades ou expectativas (impulsos); ou seja, nós somos motivados.

O que normalmente falta são condições para que a pessoa se movimente para responder aos seus impulsos.

O que é motivar?

Portanto, motivar é incentivar a pessoa a fazer a ponte entre impulso e resultado, ou seja, agir (sair da zona de conforto); podemos entender ação como impulso menos obstáculo.

Como motivar?

Quando uma pessoa quer realizar algo, costumam surgir obstáculos; motivar significa então ou aumentar o impulso ou reduzir o obstáculo.

Exemplo

Você quer que sua equipe supere a meta mínima, sem comprometer o resultado; o que fazer:

1 – Aumentar o impulso através de bônus, reconhecimento, benefício etc.

2 – Reduzir obstáculos como estresse através de mentoring, aulas de yoga etc.

Em suma: gerar resultados com menos desgaste e mais realização é possível. A tese “Ninguém pode motivar ninguém” é nem verdadeiro (onde não há impulso, não dá para motivar) e nem falso (impulso sem incentivo é motivação atrofiada).

 

Tags:

Comentários



21
jan

quanto vale a terra?

por wkprisma às 22:17 em: Cultura

      History exibiu o especial “Quanto Vale a Terra?”

                     em 9/4/13

Formada há mais de 4,6 milhões de anos, a Terra acumula grandes riquezas, desde a madeira ao gado, passando pelo ouro. Em conjunto, esses recursos construíram nossas grandes civilizações. Mas, e se pudéssemos explorar o planeta, contando cada árvore e cada pepita de ouro na Terra, fazendo o maior inventário já realizado? Este especial vai colocar um preço em tudo o que o mundo tem para oferecer, dar uma visão do muito que temos usado ao longo da história humana e quanto ainda resta, para revelar o valor absoluto da Terra.

Inventário das matérias primas da terra

Matéria Prima                                                       Valor em U$ tri

1 – Metais (ouro, Prata, Platinum)                                             15

2 – Madeira                                                                            285

3 – Pedras (Calcário, Granito))                                                   93

4 – Comida (Carne, Trigo, Peixe)                                                 1.5

5 – Metais (Ferra, Cobre, Zinco)                                             135

6 – Combustíveis Fósseis (Petróleo, Carvão, Gás natural)        717

7 – Pedras preciosas (Diamante)                                                0,5

8 – Elementos terrais raros (16)                                                24

9 – Água                                                                                5.618

Total                                                                                      6.873

igual U$ 1 milhão para cada habitante da terra!!!!!!!!!!!!!

Engenosidade tecnológica-econômica

A terra vale mais do que no passado – mais do que amanhã…

Engenosidade humana-comportamental

A terra vale cada vez mais para poucos…

Exploração

Para onde vai o valor da terra???!!!

 

 

Comentários



você quer ver como negociar com interlocutores internacionais?

6

 

clique aqui WK – Divulgação – 2014 – Redes Sociais – SLIDESHARE – Negociação Intercultural [Modo de Compatibilidade]

Tags: ,

Comentários



20
dez

Tags: ,

Comentários



você quer ver como facilitar a sua gestão empresarial?

Estratégia 7

 

clique WK – Divulgação – 2014 – Redes Sociais – SLIDESHARE – MGE

Tags:

Comentários



Tags: ,

Comentários



Page 3 of 712345...Última »

BlogBlogs.Com.Br

BlogBlogs.Com.Br